Sérgio Aires. 1969. Porto. Portugal

  

 

"Fixador de instantes e corações,

de olhar atento e silencioso.

 

Coloca objectiva e objectivo à frente do peito,

para estar, nem sempre contido, invisível.

 

Em busca do momento preciso para criar uma história.

Aprisionar e libertar. Mais do que técnica, entrega."

 

                                                (L.W.)

 

 

 



 

 

Licenciado em Sociologia pela Universidade do Porto (1994).

 

Consultor e perito nas áreas da pobreza, exclusão e políticas sociais.

 

Entre 1994 e 1998 integrou o gabinete de investigação da EAPN Portugal / Rede Europeia Anti-Pobreza, organização de quem viria a ser o coordenador nacional entre 1998 e 2006. Desde 2006 trabalha como consultor independente. Enquanto tal, tem desempenhado as seguintes funções: concepção e coordenação de vários projectos europeus de dimensão nacional e transnacional; consultor de autarquias para implementação de Observatórios sociais; consultor internacional, com intervenções em Espanha, Itália e Brasil; consultor de várias organizações de Economia Social portuguesas no âmbito da qualificação organizacional, particularmente nas áreas de gestão estratégica, gestão da inovação; gestão de marketing e comunicação, gestão de recursos humanos, gestão de parcerias e trabalho em rede, gestão financeira e angariação de fundos.

 

Contemporaneamente, e entre Novembro de 2006 e Setembro de 2018, exerceu as funções de Director do Observatório de luta contra a Pobreza na cidade de Lisboa, uma iniciativa da EAPN Portugal / Rede Europeia Anti-Pobreza.

 

Como voluntário, exerce ainda actualmente, e entre outras, as funções de Delegado Português no Comité Executivo da European Anti-Poverty Network (EAPN); Presidente da Assembleia-Geral da Associação Slow Movement Portugal, Vogal do Centro Social e Paroquial de São Nicolau (Porto) e Vice-Presidente da Associação Gentopia - Associação para a Diversidade e Igualdade de Género.

 

Enquanto fotógrafo, actividade a que se dedica desde a mais tenra idade, e que exerce em paralelo, mas muitas vezes de forma complementar com a Sociologia, tem publicados vários trabalhos, em diferentes meios, tais como: Revista Rediteia, Revista Focus Social, Revista Impulso Positivo, Cadernos RedAção, Edições Hacer (Espanha), Amnistia Internacional, Observatório de luta contra a pobreza na cidade de Lisboa, várias publicações da European Anti-Poverty Network, Website do Slow Movement Portugal, entre outras. Participou ainda com trabalhos da sua autoria em campanhas anti-discriminação e promoção de vários artistas e espectáculos.

 

Exposições

 

Expôs os seus trabalhos em diversas galerias / espaços culturais em 26 locais individualmente e 4 colectivamente (uma no Brasil).

 

Publicações

 

# Olhos de Ler - em parceria com Ana Camelo (2018)

# Singular do Plural(2015)

# Ninguém vive demais; uma vida é um momento (2012)

 

Prémios

 

# 1.º lugar na categoria “Expressões” do Concurso Imagina 2010 (promovido pela APELGA).

# Publicação Singular do plural distinguido como "boa prática anti-discriminação" pelo Fórum Europeu de Segurança Urbana